Devo não nego! Pagarei o que for justo

 

visita pres fcdl frank 1200pxE é essa convicção que todos os que possuem uma dívida devem ter. Se não já bastasse pagar juros e multa, muitas vezes pela falta de planejamento, ainda há no mercado de proteção ao crédito aqueles que utilizam o sistema de protesto de títulos e outros documentos de dívidas em cartórios que, por sua vez, agregam mais custos ao processo de cobrança da dívida. Isso foi estimulado pela promulgação da Lei Estadual nº 23.204/2018 que retirou a obrigatoriedade de o credor antecipar o pagamento dos emolumentos e taxas para protestar, ficando assim, a conta para o devedor, que, por sua vez, assumirá o pagamento das despesas oriundas da efetivação do protesto.

Vamos pensar um pouco! Se mal consigo pagar a dívida e os ônus oriundos à ela, como vou conseguir pagar despesas cartoriais? Será que este é o melhor caminho uma vez que há no mercado um sistema de proteção de crédito, o SPC Brasil, que possui o mais completo banco de dados da América Latina em informações creditícias sobre pessoas físicas e pessoas jurídicas, equipe treinada, custos reduzidos e diversos produtos. Enfim, um sistema estruturado, confiável e que preza pelo pagamento da dívida registrada de maneira justa e sem maiores taxas, beneficiando tanto o credor quanto o devedor.

A você, lojista, seja justo! Não penalize seu consumidor com mais taxas. Ser negativado em sistemas de proteção ao crédito já é uma forma de buscar o devido. Agora, onerar mais ainda a negativação e colocar mais peso na dívida, isso vai somente minimizar suas chances de recebimento e irá piorar o grau de insatisfação ocasionando a perda de seu cliente e ainda um marketing negativo para a sua loja pela falta de equilíbrio e discernimento ao agir.

Contrair dívida é algo sério e necessita de um planejamento de modo geral. Seja para aquisição, seja para empreender, seja para cumprir com as obrigações legais, enfim, por diversos motivos. Em sua maioria, contraímos dívidas para crescermos ou alavancarmos projetos que, sozinhos, não conseguiríamos. Junto a esse desejo, temos que considerar que, o cenário econômico e suas diversas variáveis, não são constantes, e isso nos leva a ter condições de quitar as dívidas e as vezes não, o que nesse caso nos torna inadimplentes.Nessa reflexão, busque o que for mais justo para seu cliente e para a saúde financeira de sua loja. Busque mecanismos que não onere mais a dinâmica dos negócios em seu dia a dia e nem do seu cliente. Estou evidenciando isso uma vez que, caso faça um protesto e venha a desistir do mesmo, o custo do cancelamento será seu lojista. Agora imagina... se você não gostaria desta conta, e seu cliente que muitas vezes cai em situação de inadimplência por questões alheias à sua vontade. A título de informação, atualmente, o principal fator de inadimplência é o desemprego, segundo os bureaux de crédito.

Abrindo um parêntese nesta conversa com você, caro leitor, temos que fomentar políticas públicas e iniciativas que ensejam no mercado a simplicidade e a otimização do sistema pré-existente. O que eu quero dizer é, sempre um dos lados da cadeia produtiva ou consumista irá pagar a conta. Não existe outra verdade! Assim, temos que prezar em melhorar o que temos de maneira inovadora e não criar mecanismos insustentáveis em um cenário que mais restringe do que estimula o crescimento.

Mais uma vez compartilho com vocês! Utilizem um Sistema de Proteção ao Crédito que busque apenas mediar, de maneira justa, a busca do que é devido e que não faça do registro uma forma de aumentar a conta. Nesse momento, de recuperação lenta da economia, o que menos devemos fazer é alimentar outro sistema que, ao colocar as despesas no papel, se mostra mais caro do que efetivo, pelo contrário, devemos pensar em fomentar alternativas viáveis para ambos (credor versus devedor), afinal o objetivo principal é sanar a inadimplência, tendo o credor a solidez de receber e o devedor a possibilidade pagar. Fica a dica!

Frank Sinatra Santos Chaves
Presidente da  FCDL/MG e da CDL-Contagem

 

What do you think?

Send us feedback!

Seja um Associado

Departamento Comercial:
Gerente: Vanda Lima - (31)3359-6417  
 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Ou clique aqui para enviar uma mensagem

Sobre a CDL

A CDL Contagem tem a missão de representar, integrar e apoiar o lojista por meio de soluções inovadoras e de qualidade, fortalecendo o comércio varejista de Contagem, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico da comunidade.

Siga-nos também em:

   

Contato

Para conhecer mais sobre a CDL Contagem, entre em contato conosco:
  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(31)3359-6400 
  Rua Manoel Teixeira Camargos, 475 - Eldorado - Contagem/MG